sexta-feira, 11 de julho de 2008

O Palito de Fósforo Queimado

Recentemente perdi uma aposta que foi uma das melhores derrotas da minha vida.

Em 2002 , Alfredo Laufer foi convidado para dar uma palestra no CEFET/RJ e lá estava eu em meu último período da engenharia de telecomunicações.

O Alfredo convidou os alunos a fazerem uma aposta com ele. Eu prontamente me ofereci e ele perguntou:

Qual é sua meta?

Eu respondi que era até o final de 2007 fazer minha empresa crescer dos atuais 4 funcionários para 80 funcionários, ou seja, em 5 anos (2002 a 2007) ficar 20 vezes o tamanho que era.

Ele então apostou que se eu conseguisse, pagaria um jantar para mim e minha esposa e se eu não conseguisse, eu apenas teria que enviar por correio para ele um palito de fósforo queimado!

Eu perdi!

Consegui apenas multiplicar a empresa 5 vezes, mantendo um crescimento constante de 40% ao ano, mas não atingi a meta de multiplicar por 20!

Impressionante o poder de uma "aposta boba", que foi capaz de me motivar por 5 anos.

A cada ano eu enviava um e-mail para o Alfredo provocando-o e dizendo que ele me pagaria o jantar! Agradeço muito ao Alfredo pela provocação e o palito já foi entregue com uma bela carta ao mestre agradecendo o incentivo e empreendedorismo.



E você, qual sua meta audaciosa?

Quer apostar comigo um palito de fósforo queimado contra um jantar para 2 pessoas?

Se você tem uma meta audaciosa que faz bem para o crescimento do Brasil (e para você), me envie um e-mail (erick@vils.com.br) e combinaremos a aposta!

2 comentários:

Mauricio disse...

Qauntos anos você levou pra escrever seu nome nesse palitinho de fósforo? Só multiplicou em 5 pq, provavelmente, ficou tentando escrever em pleno voo, tenho certeza.
Mauricio

Anônimo disse...

Achei muito boa sua aposta, pena que não conseguiu chegar ao seu objetivo.
Quem sabe faltou mais pessoas te assessorando no departamento comercial?
Mesmo assim parabéns pelo crescimento que você alcançou ao longo desse tempo.

Nilton