quarta-feira, 30 de maio de 2007

O conceito da "Cauda longa"

O termo "Cauda longa" surgiu pela primeira vez em outubro de 2004 pelo editor-chefe da revista Wired - Chris Anderson -, evoluiu para um blog e em julho de 2006 o livro "The Long Tail" foi publicado.


O que é a Cauda Longa?

A Cauda Longa é um fenômeno observado em empresas que conseguem faturar com produtos de nicho tanto quanto, ou até mais que os tradicionais arrasa-quarteirão. Isso se tornou viável com o advento da Internet já que a inexistência de limitação do espaço físico para exibição de produtos faz com que os mercados de nicho sejam explorados da mesma forma que o mercado de massas.Significa que em vez de sua empresa focar nos 20% de produtos que são responsáveis por 80% de suas vendas (uma analogia ao princípio de Pareto) com o advento da Internet e de novas práticas de vendas, você pode focar nos outros 80% tipos de produtos, uma vez que seu processo de venda pode conquistar os clientes que desejam estes produtos de nicho e você conseguirá oferecer, estocar e entregar estes diversos itens.

Quem utilizou este conceito de Cauda Longa para crescer?
O Google e a Amazon são exemplos de modelos de negócio que usaram este conceito para crescer. A Amazon percebeu que as livrarias físicas não conseguiriam oferecer os mais de 3 milhões de livros que existem hoje no mundo e criou um ótimo mecanismo de identificação de perfil para oferecer o livro certo ao consumidor certo, baseado em seu perfil. Com isso, conseguiu aumentar suas vendas e sair do tradicional mercado de "best sellers".
O Google fez semelhante ao focar em milhões de anunciantes que desejavam pagar pouco por mês para o serviço de links patrocinados em vez de focar em poucos anunciantes com campanhas publicitárias milionárias, e acertou em cheio!

O grande problema de sua empresa atuar na "cauda longa" é que geralmente você esbarrará no problema do estoque e distribuição, pois ter uma gama de produtos ou serviços muito grande é complicado. A Amazon resolveu este problema com o conceito de trabalhar com o estoque da editora/fabricante, e quando você compra um livro que ela informa que possui em estoque, na realidade está "olhando" para o estoque da editora. No Brasil, alguns sites de comércio eletrônico como o Submarino já trabalham com este conceito também.

Definição de Cauda Longa pela Wikipedia:
http://pt.wikipedia.org/wiki/A_Cauda_Longa

Leia também o meu artigo sobre o Rafinha para ver como o mercado agora é de nicho!

Sua empresa conseguiria aplicar o conceito cauda longa em algum produto ou serviço sem comprometer performance e lucratividade?

7 comentários:

Luiz Edmundo Machado disse...

Bom texto sobre Cauda Longa, linkei-o ao meu blog sobre web 2.0.
se guiser verificar:
http://luizm.wordpress.com/glossario/
vou colcoar seu Blog no meu "Blogroll"

MARKETINGEMPRESARIAL disse...

muito interessante a cauda longa é o segredo para a criação e desenvolvimento de qualquer site e negócio para que ele seja lucrativo! http://www.nextcriacaodesitesesistemas.com

MARKETINGEMPRESARIAL disse...

muito interessante esse fenomeno da cauda longa é ele é o segredo do sucesso de desenvolvimewnto e criação de qualquer negócio seja ele um site ou negócio físico!
http://www.nextcriacaodesitesesistemas.com

Logomarcas disse...

rapaz..muito bom esse artigo!!! parabéns!!

Ana Borges disse...

Adorei o seu texto sobre a Cauda Longa. Estudo marketing digital e tenho a meta de conquistar mais 20 mil leitores para o site www.opiniaoenoticia.com.br, em 5 meses.
Alguma sugestão?
Meu email:marketing@opiniaoenoticia.com.br

Anônimo disse...

Gostei ;)

Bjs
Mary
www.cadastraki.com

Fernanda disse...

adorei a materia!